30 de set de 2011

who care? parte 11

~justin narrando~. 
Primeiro foi um selinho longo, mas aí evoluiu para um beijo de lingua. Calmo, senti tudo que não queria sentir, na verdade me senti no clipe "firework" é. Nossas linguas se movimentavam calmamente, mas com desejo, eu explorava cada canto de sua boca. Nos separamos por falta de ar. Ao olhar para ela, senti mais uma vez, tudo: VERGONHA! nos dois fizemos uma cara tipo " *o*" gaguejamos algumas palavras e ao olhar para ela ela corou [mais] e sorriu, deixando pra lá a tentativa fail de falar algo
jb: cara... -ela riu e abaixou a cabeça
ali: acho melhor eu ir...
jb: aham -eu ainda estava lerdo. Quando ela foi sair pela porta,deu de cara com minha mãe
pattie: o que estavam fazendo?
jb&ali: NADA! -gritamos
pattie: hmmm estão vermelhos porque? -minha mama riu ¬¬
ali: porque é uma cor bonita
pattie: okay, fingir que acredito -rimos
jb: sério mãe
pattie: ta! onde vai ,ali?
jb: alice
pattie: onde vai alice?
ali: Ali
pattie: DECIDAM-SE
ali: Ali
pattie: OKAY, ALI, onde vai?
ali: embora
pattie: ué, porque? fica mais
ali: muito obrigada tia, mas é que eu tenho que ir...
pattie: ah, seus pais vão brigar? eu ligo pra eles...
ali: na verdade não... eles nunca estão em casa.. MAS é... porque eu tenho que estudar, e outra, já irritei bastante
pattie: imagina! vem mais vezes, tudo bem que o justin é na maioria das vezes mal humorado mas nunca vi ele tão feliz quanto hoje
jb: DEVE SER PORQUE PAPAI VEIO! só por isso
pattie: mentir é feio! bom... mas ja que prefere.. -minha mãe sorriu e  se foi 
ali: justin, me passa aí seu numero
jb: nao
ali: POR QUE?
jb: porque eu não quero você me irritando o tempo todo
ali: affe justin cala a boca! -Alice pegou um pedaço de papel e marcou um numero
ali: me manda uma msg aí eu gravo seu número
jb: não
ali: JUSTIN  LARGA MÃO DE SER TOSCO! -ela gritou, depois nós rimos
jb: sério mesmo que vai estudar?
ali: aaham, falando nisso... tchau -ela me deu um beijo no rosto e eu fiz cara de tédio mas por dentro eu senti as famosas borboletas no estômago. A questão é, o beijo ficou reprisando em minha mente, e eu queria sim poder sentir o sabor da sua boca nova mente porque... Oh Lord, O que eu to fazendo?

~Alice    narrando~AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAloca! Voltei saltitando pra casa, subi direto pro meu quarto e me joguei na cama pegando uma das almofadas e apertando. Okay, foi só um beijo alice, calma. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! não dá! vocês devem estar pensando que eu pirei, mas aí, tu experimenta o beijo do justin e tú pira tambem! Não parava de pensar nele, então nem consegui fazer a lição. Fui tomar um banho pra passar o tedioso final de semana em casa, quando pensei num assunto que era fato: justin, ele com certeza não vai querer algo a mais. E quer dizer, eu quero? não, melhor fingir que nada aconteceu. Sem falar que a casa dele é linda! não é uma mansão mas é enorme, surpresas do bieber hein!

**
segunda-feira. Eu e justin ficamos trocando mensagens o dia todo ontem u_u estava tão ansiosa!
ali: OOOOI! -disse pulando nas costas de justin que estava em seu armário, ele virou pra mim com cara de bunda
jb: Alice, sobre o final de semana... olha, só... aconteceu tá? não foi nada de especial e outra eu não vou ficar andando com você e seu bandinho, só vamos terminar a droga desse trabalho como se nada tivesse acontecido.
ali: hã... tudo bem! -sorri. Mas na verdade, eu queria chorar! só porque ele disse aquilo? qualé alice! O fato é que eu queria ouvir "Ali, eu te amo" ao invés de um "não foi especial". Doeu, mas fingir é o que sei fazer de melhor não é?
    Depois disso ficou um silencio desagradável então eu fui para a sala ainda chateada. Não falei com ele depois disso no intervalo, fiquei sentada longe de todos com o fone de ouvindo
    "olha, só... aconteceu tá? não foi nada de especial e outra eu não vou ficar andando com você e seu bandinho, só vamos terminar a droga desse trabalho como se nada tivesse acontecido. "
           
 é, eu estava pensando nisso. Senti a musica que estava no fone "skyscraper" ser tirada. Olhei para o lado e era justin

jb: oi
ali: hey
jb: olha só... a gente tem que resolver
ali: já ta tudo resolvido, não? -sorri falsa
jb: Tudo o que?
ali: nada aconteceu nesses ultimos dias, nada. 
jb: eu... achei que assim fosse melhor
ali: e é
jb: é que...
ali: esquece justin. Quando vai ser a proxima sessação de droga?
jb: PARA! não da pra esquecer quando você faz isso
ali: isso o que?
jb: respira, sorri, me olha... e não da pra esquecer isso quando eu não quero esquecer. Olha o que tu fez alice, eu to um molenga 
ali: AAAAAAAAAWN, eu disse que você me ama
jb: AMO O CÚ DA VACA
ali:sério? O.o
jb: NÃO NÉ! -rimos
ali: próxima sessão de crack, quando?
jb: hm... sei-lá
ali: que ótimo! -ri fraco e saí andando
**
jb: nunca achei filosofia tão chato
ali: qualé a aula não ta tão chata
jb: oh! então sobre o que ele esta falando?
ali: é... -justin riu
prof: como vão os trabalhos?
povo: blá blá
prof: como eu disse, vai valer boa parte na média de vocês então, eu decidi dar mais temopo
jb: AAAAAAAH NÃO!
ali: tambem te amo -justin bufou.

**
Hoje é quinta-feira, e devido ao feriado lindo que eu nem sei de que é, MAS É FERIADO! vamos emendar Okay, explicando... já passaram aí uma semana, eu nem vejo mais a cara dos bitches e eu e justin estamos conversando bem mais... ele até me chamou de "ALI" outro dia, tudo bem que ele corrigiu logo dps mas whatever.
hoje estava muito animada, então assim que acordei tomei meu café e fui arrumar meu quarto o redecorando inteirinho. Tomei um banho e vesti http://www.polyvore.com/flora/set?id=36414094&.locale=pt-br e tinha decidido fazer uma surpresa pro justin. Então fui até a casa dele
pattie: OI QUERIDAAAAAAAA! justin não disse que viria
ali: oi tia, é que é surpresa!
pattie: que bom então, justin está no quarto
ali: ta, vlw tia gata
pattie: eu sei fía -ri e subi correndo, quando estava no corredor ouvi uma melodia incrivel no corredor, me aproximei a abri a porta de vagarzinho e pude ouvir ele cantando, posso dizer que fiquei hipnotizada, a voz dele é perfeita
jb: o menina, o que faz aqui?
ali: você é perfeito
jb: hã?
ali: sua voz, sua voz é perfeita -shit!
jb: ta, mas o que faz aqui?
ali: SURPREEEEEEEEESA
jb: oh, nossa -ironia on
ali: toca mais!
jb: claro que não!
ali: como você é chato! mas ... Vem!
jb: pra onde fia?
ali: shopping
jb: eu odeio shoppings -disse se deitando na cama, segundos depois me joguei em cima de modo que ele arfasse
jb: AI SUA VÁDIA!
ali: muito obrigada
jb: porque você faz isso?
ali: isso o que?
jb: ignora! quanto mais eu te ignoro mais você fala comigo
ali: sei lá -olhávamos o teto
ali: tem cartão de crédito?
jb: aham, porque?
ali: compras meu amor
jb: O QUE?
ali: é! agora vem! -puxei ele que ficou se arrastando. E pro meu gosto  ele é bem pesadinho. Passamos pela tia
ali: tchau tia
jb: socorro -justin gemeu
pattie: onde vão?
ali: shopping, compras!
jb: mãe, me ajuda
pattie: eita! só a Alice pra fazer o Justin ir ao shopping, AINDA FAZER COMPRAS? wow! divirtam-se
jb: MÃE!
ali: vem jujuzinho, você dirige
jb: para com apelidos meu! desiste
ali: NOPS! -fomos até a garagem e dei de cara com uma range rover, justin tirou as chaves do bolso e apitou o carro. Fiquei boquiaberta
ali: É...É... É SEU?
jb: é. Eu posso não ser rico como você mas tenho até que uma grana -riu e eu entrei no carro pasma. Assim que entrei liguei o rádio e estava tocando "rolling in the deep" -adele. MEEEEEEEEU, minha música favorita, tem como ficar calado? soltei a voz, que não era boa mas whatever! justin riu muito mas logo começou a se esgoelar que nem eu. Depois começou a tocar who says e eu fiquei quietinha
jb: ué, ta quieta?
ali: é, não gosto da selena, odeio pra falar a verdade nananana i'm no beautiful queen i'm just beautiful me ...
jb: achei que não gostasse
ali: não gosto como cantora e tambem porque ela sempre pega os mais gatos da fama, mas gosto de um seriados, e meu! essa musica é viciante, qualé! -justin riu
jb: você é louca meu!
ali: tambem te amo
jb: ladies love me...
ali: nossa metido! -rimos. Fizemos algumas coisas idiotas no carro mas logo chegamos 





** VOCÊS PODEM ME AJUDAR RAPIDINHO? alguem explique pra anony linda que eu só escrevo "WHO CARE?" só essa, nenhuma a mais, eu não escrevo "only you" nem "crazy in love" nem "with you" sério, to quase parindo aqui meu! to tentando ser paciente mas jaja mando pra pqp UHSAUHSAH' --'
e sandrine, para de advinhar as coisa k7! kkkkkkkkk

28 de set de 2011

Only You ♥ part. 11

Caímos na cama, e ele ficou por cima de mim, paramos o beijo com selinhos...


- Justin, é melhor você... - fui interrompida por mais um de seus beijos, ele começou a beijar meu pescoço, eu respirava ofegante e ele também, os beijos estavam cada vez com mais intensidade até que eu fiquei por cima dele.
- Eu amo muito você, Alyssa. - ele disse a acariciou meu rosto. Mordi os lábios, sorrindo.
- É melhor você ir agora, eu...vou dormir.
- Sete horas da noite?
- Sim, bobinho. Eu queri dormir cedo hoje, amanhã vai ser um dia...hm...muito cheio para mim.
- Por quê?
- Nada não. - eu disse saindo de cima dele e o ajudando a levantar. 


Fomos em direção a porta, ele saiu para o corredor, e quando eu ia fechar a porta...


- E o meu beijo de boa noite? - ele disse e eu olhei para os lados, mordendo os lábios e sorrindo, não tinha ninguém no corredor além de nós. Me aproximei dele e segurei em seu rosto, puxando-o mais para perto de mim, beijando-o logo em seguida.


Depois, entrei no meu quarto e o deixei sozinho. Fechei a porta e deslizei até o chão, sorrindo como uma idiota. Era como se na minha cabeça agora tocasse uma música, era algo calmo como sons da natureza, sim isso é muito louco. Mas era como se passarinhos cantassem... Ah, como eu o amo... Ei! Parando a música! Isso, dá uma pausa! Eu disse mesmo isso? O quê? Por quê?
"Porque você o ama, sua retardada." - meus pensamentos discutiam comigo. É verdade, eu o AMO! Pela primeira vez, desde que o Lucas morreu, eu estou amando alguém, e isso é... incrível!


Fui tomar banho e em seguida, passei um tempo no Twitter. Twitter, já fazia algum tempo, dois meses mais especificamente, que eu não postava nada. É, eu entro e olho, mas não posto nada. Tenho por volta de cento e vinte mil seguidores. Por quê? Não é por causa de Justin, se é isso que você pensou. Até porque ele nem sabe qual é meu twitter. Na verdade, brasileiros são pessoas muito fiéis, esperançosas e MUITO carinhosas. Por quê? Porque, esses seguidores são, nada mais nada menos que FÃS! Isso mesmo, FÃS. Mesmo tendo quase dois anos que eu não canto, eles ainda me apoiam, e tem gente que não desiste nunca, e até hoje me pedem para voltar a cantar. 


"Oi, anjinhos do céu estrelado! *-* " - sim, eu tinha apelidos carinhosos, mas nunca mais tinha postado nada do tipo. Logo apareceram milhares de menções.


"Ally, você voltou?", " Você vai voltar a cantar?" - retuitei esses.


"Sim, eu estou de volta. E estou morando em ATL há algumas semanas, vocês não sabiam disso, né?" - postei e uma garota me mandou um link.


"Sabemos e estamos muito felizes por você e Justin. :}"


O quê? Como assim? - pensei Cliquei no link e ele redirecionou para um site brasileiro, fã-clube do Justin, onde só continha notícias sobre ele.


"Justin Bieber é visto beijando garota. Seria sua nova namorada?


O astro teen foi visto em Shopping de Atlanta, segundo a Hollywood life. Testemunhas afirmam ter visto ele com uma garota chamada Alyssa Evans. Estavam fugindo de algumas fãs do cantor. E, para isso, resolveram se disfarçar. Paparazzis encontraram o carro de Justin estacionado e ficaram de olho. Tiraram várias fotos e também fizeram um vídeo. Exatamente na hora em que estavam tirando suas fantasias. Justin tirou o bigode que usava e pôs nela, em seguida, dando um rápido beijo. Os dois riam muito. E nesta tarde, em Atlanta, ele foi flagrado andando de moto com uma garota em alta velocidade. Seria, Alyssa?"


Esse era o primeiro post que eu havia visto, porém tinha outro: 


"Quem é Alyssa Evans?
Para quem não sabe, a nova suposta namorada de Justin Bieber, é uma cantora brasileira. Nunca seguiu carreira profissional, os motivos dizem que foi pela morte do namorado, dois anos atrás. O também cantor e parceiro de Alyssa, Lucas Bartowski, morreu no dia em que a jovem completou quinze anos. Na época, ele tinha dezessete anos. Dizem que os dois estavam prestes a assinar contrato com a Island Records, porém depois do acidente, Alyssa desistiu de tudo, e nunca mais cantou. Para conhecer e saber mais sobre a cantora, que por visto é muito talentosa, visite seu canal no YouTube.


Wow! Como descobriram tudo isso? Nossa!


"Eu não estou namorando." - postei, e sai do twitter. Dormi. Acordei com alguém pulando em cima de mim. Quem poderia ser? - sinta a minha ironia. Pablo.


- Acorda, pequena! Acorda! - Abri os olhos e vi Fernanda com uma câmera filmando tudo. Cobri minha cara e Pablo, puxou o edredom, arrancando-o de mim. - Amor, cadê os ovos?
- Bem aqui. - essa não, eu pensei e me levantei correndo da cama, fugindo deles. É, hoje é meu ANIVERSÁRIO! E claro que Pablo não ia perder a oportunidade de quebrar alguns ovos na minha cabeça. Comecei a rir enquanto corria, mas foi em vão. Quando ele ia quebrar o primeiro ovo em mim, eu gritei.


- O que está acontecendo aqui? - vi Justin se aproximando, parecia estar zangado. MUITO zangado. 


Continua....


Recadinho: Pipoquinhas!!!!!!1111!! Primeiramente, desculpem não ter postado esses dias. [que desculpa o que? explique-se, bicth.][ok] Enfim, eu tive uma semana MUITO cheia, tive que passar o dia na escola, na quinta. Cheguei de 6 da tarde em casa, e depois fui para uma festa, e voltei as 3 da manhã. [é.] Acordei as 8 da manha [nao me perguntem o porque][era pra eu ter dormido mais] então, fui ajudar minha mae com uns lances de um desfile cívico. --' No sábado foi o desfile! [eu nao ia perder rir da cara de minhas amigas desfilando KKK] [nao mesmo] [achei que elas iam me matar][a Lili tava vestida de "mulher das cavernas, e eu sempre soltava uma piada do tipo "uhuuu selvageria!!, a Juh tava de robô KKK e eu fiquei tipo hey pzz bip bip eu sou um robô *dancinha de robô*] [e é porque eu nem falei das múmias] . Enfim2, o que eu estava falando mesmo? Ah, foda-s..No domingo eu fui descansar, é. Segunda passei a tarde na casa da @FeEvangelistaa fazendo a porcaria de um trabalho, espera eu disse fazendo? è eu disse, pois bem, a gente só tava aprontando um vídeo. Foda foi a bagunça que fizemos no quarto dela eu e mais 3 colegas nossos, cara foi hilário! E ontem passei o dia na escola de novo. Tá, parei olha o tamanho do recado, véi! Okay, algumas respostas dos comentários:


Sim! Eu falo comigo mesma KKKK . eu também tenho um amigo imaginário chamado Logan pra quem não sabe. E se voces imaginaram o Lerman, é... esse mesmo KKK. *risus*
Tou pior que o Luc (call896).


PS. (+1) Como a Giih disse outras vezes, tem muita gente que lê o blog e não segue, portanto, sigam, ok? beijitos :* 


PS. (+2) Curtam nossa página no Facebook ~~> http://migre.me/5zJNY <~~ (:

PS. (+3) Eu criei o tumblr! Entrem e perguntem sobre o que quiserem okay, coisa fofas? O tumblr é esse aqui ~~> ib297.tumblr.com <~~ No canto da página tem escrito "Perguntas?" cliquem lá e façam! Espero que gostem (: [Se quiserem mandar também outras coisas, tipo desabafar...também podem (:] <~~ ENVIEM ASKS! HAHA


beijinhos :* 

amo voces  

~~ 26 comentários? *-~~ 


by: @itsmykidrauhl - L2IZ
   



27 de set de 2011

who care? parte 10

fui até lá e... YEAAAAAAAH! PAPAI E ERIN AQUI! sim eu sou um adolescente de 17 anos que chama a mãe de mama e o pai de papai, problem? Assim que o vi, ele e Erin estavam virados provavelmente se questionando o porque da decoração da nossa cozinha ser galinhas angolanas, quando pulei entre os dois dando O abraço
jb: CARA! EU FALEI COM VOCÊS ESSES DIAS PORQUE NÃO ME AVISARAM QUE VIRIAAAAAAAM?
erin: calma justin -eles riam, inclusive minha mãe e Alice
jeremy: era uma surpresa
pattie: SURPRESA!
jeremy: posso fazer uma pergunta?
jb: vai ae
jeremy: porque tantas galinhas...? -rimos
jb: mamãe é doida, achei que soubesse -minha mãe me deu um tapinha de leve provocando sorrisos
pattie: GALINHAS ANGOLANAS ESTÃO NA MODA, QUALÉ! -olhei ao redor procurando Alice, ela estava um pouco atras da porta de braços cruzados sorrindo vendo toda a cena
jb: ah, papai, Erin... essa é a Alice -puxei-a para frente
ali: não justin, nã...oi -ela corou. Eu nem havia percebido mas estava com o braço na cintura dela. Meus pais e Erin olharam, Alice olhou para meu braço e aí eu me toquei tirando o braço de lá totalmente vermelho, Alice riu fraco. SHIIIIIT TO UM PIMENTÃO
erin: hey flor, eu sou Erin
jeremy: e eu sou jeremy, não precisa ficar timida não
ali: Tudo bem -riu- prazer. -Ao terminar de falar a frase vem dois pitucos kikando e gritando. Sim, eis que me chega Jazzy e Jaxon. Deram o maior abraço em erin e papai e assim que Jazzy olhou pra Alice deu um mini gritinho
jazy: o que faz aqui?
ali: uma visitinha ué! -jazzy deu outro gritinho  e se jogou, ficando deitada no chão. Todos ficamos em silêncio olhando
jeremy: o que ela...?
pattie: sempre faz isso quando está alegre demais
jb: yep!
pattie: BOM VAMOS ALMOÇAR GALERA! -Alice se prontificou  a ajudar minha mãe e Erin a servir a mesa enquanto isso eu e meu papis botavamos o papo em dia. Comemos conversando e rindo, ah! vai demorar pra apagar essa imagem de brincalhão para a Alice ¬¬ Enfim, até ela estava participando da conversa
jeremy: então como vai o namoro? -Alice continuou comendo
jb: bem.ainda não existindo -Eu e ela sorrimos
erin: ah, então você não a pediu oficialmente? -disse olhando para Alice, que quando percebeu quase teve um treco
jazy: eu gosto da namorada do justin ela é minha amiga.. NÉ ALI?
ali: é... ESPERA, O QUE?
jeremy: mas a quanto tempo vocês estão de rolo?
pattie: Justin me falou dela esses dias só ¬¬
jb: EI EI! NÃO TEM NAMORO NENHUM ACONTECENDO
ali: vixe maria! -estavamos completamente vermelhos
pattie: então porque estão vermelhos assim?
ali: porque vocês estão matando a gente de vergonha -riram, ou melhor, gargalharam
ali: até porque, biebs me odeia -concordei
pattie: odeia nada! se não você não estaria aqui! sabe, o justin mudou bastante depois que...
jb: MÃE! ta bom já!
pattie: a questão é: ele quase não traz meninas aqui
ali: Hum! não traz porque não quer! Porque andando com ele só faltava as meninas se jogarem! e tipo, com ele assim, que dirá depois do banho de loja
pattie: aí sim hein
jb: 1º- era a Lana e a Amanda, mãe. 2º não vamos ter essa droga de banho de loja e 3ºmãe, não fala mais isso, sério -todos rimos depois. Conversamos mais um pouco e depois meus pais foram conversar
ali: me mostra a casa
jb: não
ali: vai pf!
jb: NÃO!
ali: vem! -ela começou a subir as escadas correndo e entrou no meu quarto. TA LOUCA? NINGUEM ENTRA NO MEU QUARTO! Assim que cheguei ela estava querendo mexer nas coisas, fechei a porta e ela se sentou na cama,
jb: escuta Alice, é bom você não esquecer como eu sou, não se apegue muito, lembre de...
ali: justin... eu não vou esquecer como você é -sorriu sem mostrar os dentes, me deixando sem palavras
ali: WOW VOCÊ TOCA VIOLÃO? -disse passando por mim e indo até meu violão
jb: não, eu tenho ele só pra gastar corda
ali: affe bobão! toma! toca!
jb:é obvio que não!
ali: PORQUEEEEEE?
jb: porque não
ali: toma ! -disse me esticando o violão, tomei dela até ela achar meu caderno de músicas
ali: a meu Deus! você escreve músicas? -disse abrindo o caderno
jb: alice me da isso agora -tentei pegar
ali: "você tem o sorriso, que só o céu pode dar..."
jb: ALICE ME DÁÁÁ! -tentei denovo
ali: musicas romanticas -peguei
jb: cara, voce não para
ali: cara! você é perfeito e não usa isso a seu favor! por favor, toca uma, por favor
jb: nops -ela me pareceu decepcionada, mas sorriu
ali: deixa eu ver uma coisa
jb: tenho escolha?
ali: nops -ela abriu meu guarda-roupa e deu uma bela mexida. A cada roupa ela fazia uma careta
ali: a gente vai no shopping
jb: fala aí forever alone
ali: EU FOREVER ALONE? -me peitou, baixinha ;P
jb: é- ri
ali: ó quem fala
jb: eu sou por opção-ela riu junto a mim, ficamos sérios,por alguns segundos me perdi em seus olhos castanhos claro, seus lábios carnudos vermelhos, não por causa de algum tipo de maquiagem mas seus traços eram perfeitos, sua franja lateral castanho, quase preto caia levemente em seu rosto, apressei-me em tira-la. Passei uma mão em sua cintura a puxando pra mais perto e a outra continuava em seu rosto, e ela passou suas mãos sobre meu pescoço, senti um leve arrepio quando me tocou, ambos fechamos os olhos e aí aconteceu. Primeiro foi um selinho logo, mas aí evoluiu para um beijo de lingua. Calmo, senti tudo que não queria sentir, na verdade me senti no clipe "firework" é. Nossas linguas se movimentavam calmamente, mas com desejo, eu explorava cada canto de sua boca. Nos separamos por falta de ar. Ao olhar para ela, senti mais uma vez, tudo: VERGONHA! nos dois fizemos uma cara tipo " *o*" gaguejamos algumas palavras e ao olhar para ela ela corou [mais] e sorriu, deixando pra lá a tentativa fail de falar algo
jb: cara... -ela riu e abaixou a cabeça
ali: acho melhor eu ir...
jb: aham -eu ainda estava lerdo. Quando ela foi sair pela porta,deu de cara com minha mãe
pattie: o que estavam fazendo?
jb&ali: NADA!
pattie: hmmm estão vermelhos porque?
ali: porque é uma cor bonita
pattie: okay, fingir que acredito -rimos
jb: sério mãe
pattie: ta! onde vai ali?
jb: alice?
pattie: onde vai alice?
ali: Ali
pattie: DECIDAM-SE
ali: Ali
pattie: OKAY, ALI, onde vai?
ali: embora
pattie: ué, porque?
ali: muito obrigada tia, mas é que eu tenho que ir...
pattie: ah, seus pais vão brigar?
ali: na verdade não... eles nunca estão em casa.. MAS é... porque eu tenho que estudar, e outra, já irritei bastante
pattie: imagina! vem mais vezes, tudo bem que o justin é na maioria das vezes bem humorado mas nunca vi ele tão feliz quanto hoje
jb: DEVE SER PORQUE PAPAI VEIO! só por isso
pattie: mentir é feio! bom... mas ja que prefere.. -minha mãe sorriu e  se foi 
ali: justin, me passa aí seu numero
jb: nao
ali: POR QUE?
jb: porque eu não quero você me irritando o tempo todo
ali: affe justin cala a boca! -Alice pegou um pedaço de papel e marcou um numero
ali: me manda uma msg aí eu gravo seu número
jb: não
ali: JUSTIN  LARGA MÃO DE SER TOSCO! -ela gritou, depois nós rimos
jb: sério mesmo que vai estudar?
ali: aaham, falando nisso... tchau -ela me deu um beijo no rosto e eu fiz cara de tédio mas por dentro eu senti as famosas borboletas no estômago. A questão é, o beijo ficou reprisando em minha mente, e eu queria sim poder sentir o sabor da sua boca nova mente porque... Oh Lord, O que eu to fazendo?

~Alice narrando~AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAloca! Voltei saltitando pra casa, subi direto pro meu quarto e me joguei na cama pegando uma das almofadas e apertando. Okay, foi só um beijo alice, calma. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! não dá! vocês devem estar pensando que eu pirei, mas aí, tu experimenta o beijo do justin e tú pira tambem! Não parava de pensar nele, então nem consegui fazer a lição. Fui tomar um banho pra passar o tedioso final de semana em casa, quando pensei num assunto que era fato: justin, ele com certeza não vai querer algo a mais. E quer dizer, eu quero? não, melhor fingir que nada aconteceu

na boa?vocês são fodas man! caaaaaaaara, nos coments eu fiquei tipo "O.o quanta experiencia!" eu ainda nem fiz nada mas ajudou PRA CARAAAAAAAAAMBA! pra quem pediu a história "it's real?" ta aqui
http://queridabelieber.blogspot.com/2011/04/3ib-1-o.html  :) enfim... vlw mesmo to sambando aqui \õ! e EXPLICANDO DE NOVO: eu não escrevo "crazy in love" eu sei que é legal, MAS EU NÃO ESCREVO ORAS! e eu não escrevo porque cada fic tem uma escritora, e eu só escrevo "who care?" nesse blog TA LEGAAAL?

26 de set de 2011

who care? parte 9

gente, só pra avisar, essa ib vai ter alguns palavrões okay? tipo, não nesse capitulo só, mas ao longo dela.... só avisando :/ qualquer coisa passe reto por eles


who care -parte 9


~alice narrando~
 QUE DOR DE CABEÇA DO INFERNO É ESSA? me levantei com o vestido da noite passada, na verdade não lembrava direito o que tinha acontecido. Fui até o banheiro do meu quarto e me olhei no espelho. Quase tive um treco quando me olhei: olheiras, meu cabelo parecia um ninho, maquiagem horrenda batom borrado e por aí vai... Fui até meu closet, peguei essa roupa> http://www.polyvore.com/cgi/set?id=37313252&.locale=pt-br e fui tomar um banho, me despi e comecei e quando eu olhei minha perna me veio flashes de tudo: do começo da festa, o que lizze disse, eu bebendo, math segurando forte minha coxa, eu bebendo mais e por ultimo, os braços de justin. Mas foi desse jeito, sem detalhes. Mas o estranho é que eu praticamente podia sentir o justin, mas diferente... ele estava meigo, compreensível e... ah! deve ser por que a ultima imagem que eu tenha dele é dele dando um sorriso tímido, mas essa parte deve ter sido sonho... EU SONHANDO COM JUSTIN?! o.O Terminei o banho e desci meu irmão veio gritando já ¬¬
ali: p-o-r-f-a-v-o-r, não grita
eric: que foi?
ali: dor de cabeça enorme
marta: aquele justin bem que avisou, toma -ela me deu um comprimido que pelo visto era para a dor, tomei
ali: justin? você o conhece?
marta: é, um delinquente, chato e grosso
ali: é, você o conhece -sorri -menos pela parte delinquente, ele não é um delinquente, acho
marta: é, percebi isso quando ele recusou o dinheiro
ali: hã?
eric: to entendendo nada! Explica tia
marta: ontem, a mocinha aqui voltou nos braços de justin para casa porque estava bebada, e ele a colocou na cama e a cobriu e tal, depois quando ele já estava indo eu ofereci um dinheiro porque né, mas ele não aceitou e disse que não precisava.
eric: ALICE, VOCÊ BEBEU?
ali: ér...não grita por favor
eric: EU NÃO ACREDITO! DE TODAS COISAS QUE EU FALEI PRA VOCÊ NÃO FAZER VOCÊ FAZ!
ali: eric para por favor
eric: E COM O JUSTIN? O JUSTIN? AQUELE ESTRANHÃO?
ali: para de falar assim dele
eric: PODIA DAR O RABO, MAS BEBER...
ali: ERIC, PARA COM ISSO! PORQUE SE VOCÊ SE IMPORTASSE DE VERDADE PERCEBERIA O PORQUE DE EU BEBER E NÃO GRITA COMIGO! -Disse segurando as lágrimas. Minha cabeça estava a ponto de explodir então no mesmo segundo que eu disse isso fui correndo para a praça, na real não era longe da minha casa, umas 2 ruas ,mas era o suficiente pra que ninguém me achasse. Sentei debaixo de uma arvore. Não sei porque, mas essa praça me traz tanta tranquilidade, o que de fato eu precisava se quisesse ter uma cabeça, ainda. Aqui, eu podia ser eu mesma, o que era raro. Fechei os olhos apoiando a cabeça e sentindo a briza fresca em meu rosto, juntando os joelhos.

~justin narrando~

Como de costume, acordei cedo ao sábado tomei café com minha família subi para meu quarto, tomei um banho, vestindo uma camisa preta e uma bermuda preta com um all star cano médio, uma blusa leve com capuz tambem da cor. Saí de casa, fui até a praça. Lá era o lugar que eu mais gostava, tirando minha casa. Era tão tranquilo... lá ninguém se importava  como as pessoas eram fisicamente. Mas mesmo lá, eu tinha meu canto, Era uma arvore, dei a volta nela e quando ia me sentar levei um susto. Alice. Essa menina me perturba!
jb: aaaah não
ali: oh, oi justin -ela disse calma abrindo os olhos -o que faz aqui?
jb: eu venho aqui...todo sabado... eu não devia ter te mostrado a praça -alice não respondeu, só continuou fitando o chão, me sentei ao seu lado
jb: eu não acredito que vou perguntar isso mas... e você?
ali: sei-lá
jb: você não sabe porque esta aqui? -loca, loca, loca (8)
ali: é... eu... não faço a minima ideia, só vim -abraçou os joelhos e fez um "snif" com o nariz, só aí fui perceber que seu olho e nariz estava vermelho e ela respirava com dificuldade
jb: esta bem? -ela fez um gesto de "sim" com a cabeça. Só
jb: não esta né?
ali : só... dor de cabeça...
jb: olha, ontem eu te carreguei, te vi vomitar, fui convidado pra dormir com você então eu acho que pode confiar
ali: só uma briguinha em casa por causa de ontemeoque?
jb: ontem... você bebassa
ali: ai meu, que mico!
jb: pode pá, foi foda -ela levou um susto
ali: nossa
jb: que foi?
ali: a palavra que você disse
jb: foda?
ali: PARA! shiu! -ri
jb: que que tem
ali: é feia ué! é palavrão -ri mais
jb: affe! ow, se seu vestido de ontem não fosse rosa, seria menos desagradável
ali: ta dizendo que eu fiquei bonita?
jb: disse que estava menos desagradável
ali: ou seja...
jb: ah alice, caga no mato! -rimos. Conversamos durante horas, e pra ser sincero, era melhor do que ficar ali, sozinho. Comecei a sentir fome mas ignorei, queria passar mais tempo com alice, sim eu disse isso! Ela era engraçada, principalmente quando ela disse que bob esponja era sim o gato ainda sobria, ou então quando ela detalha minha roupa e eu nem sei do que ela esta falando então ela da alouca porque eu não sei  do que ela fala então eu concordo ou falo "ah vá a merda alice" que pelo jeito foram muitas vezes, muitas e muitas.
ali: eu acho que o patrick tambem é sexy! -ela dizia. Quando eu estava quase parando de gargalhar meu celular tocou, porque eu trouxe isso mesmo?
--ligação
jb: what's up?
xx: isso é jeito de atender menino? -ri
jb: fala mama
pattie: ta com fome não?
jb: to
pattie: vem comer ué!
jb: ta, já vou -desliguei e me levantei.
ali: onde vai?
jb: minha mãe ta me chamando pra almoçar
ali: ah -sorriu
jb: tchau
ali: tchau -voltou a fitar o chão. Fui caminhando mas eu não conseguia dar se quer um passo, meu coração apertava e minha mente dizia "cadê o justin frio que combinamos?" mas eu não consegui. Dei meia volta
ali: ér... oi?
jb: vai criar fungos aí mesmo?
ali: que? -riu leve
jb: pra onde vai?
ali: ficar aqui. Não pretendo ir pra casa tão cedo
jb: hm... ta então
ali: ta -VAI JUSTIN!
jb: cara, não sei fazer isso...não ta com fome?
ali: sim, mas não pretendo ir pra casa tão cedo, é
jb: hm... -PARA DE DAR DE DIFICIL! okay...
jb: vem
ali: onde?
jb: almoçar, na minha casa
ali: justin, ta doido é?
jb: vai demorar?
ali: é que...
jb: anda logo! -ela se levantou, andamos conversando e indo devagar até chegarmos e ela parar no nada
jb: vem fía
ali: a não justin, to com vergonha
jb: de que? -quando ela ia abrir a boca, a porta se abriu e minha mãe  abre a porta
pattie: justin! demorou porque...oooi?
ali: oi -Alice sorriu timida acenando
pattie: juuuuuuuustin? -minha mãe sorria
ali: acho melhor eu ir... -alice foi se virar mas eu a puxei para mais perto
jb: nops. Tudo bem se ela almoçar conosco?
pattie: claro que ta bem! -uma das coisas que me irritam na minha mãe é que depois que eu fiquei assim, ela quer arrumar todo tipo de garota pra mim¬¬
pattie: então , qual seu nome?
ali: Alice
pattie: AAAAAAAAAAAAAAAAH ELA QUE É A ALICE JUSTIN? um prazer te conhecer ali -revirei os olhos
jb: menos mãe, e é Alice
ali: tudo bem, pode chamar de ali
pattie: meu nome é pattie mas pode chamar de tia, e o justin mandou os beijos que eu mandei?
ali: hã?
jb: mandou nada né mãe, nada, nada
pattie: claro que sim! eu disse "manda beijos pra Ali e diz que ela é linda..." e aí a jazzy voltou falando que era amiga da sua...
jb: MÃÃE! -alice ria, demais ¬¬
ali: ixi tia, o biebs nem falou mas obrigada mesmo assim
pattie: hmmm tão intimos hein
jb: mãe ¬¬' -Alice percebendo que eu estava irritado chegou mais perto de mim
ali: claro né, o biebs ama quando eu dou apelidos -FILHA DA...
pattie: bem, vamos entrando -ela puxou alice que olhou pra mim e piscou sussurrando "vem biebs " , ta, eu ri, mas aquilo foi idiota.
pattie: Só que eu tenho uma surpresa pra ti justin, eu não sabia que Ali viria mas okay... é até melhor...olhe na cozinha filho -fui até lá e... YEAAAAAAAH!


por favor leiam! T-U-D-I-N-H-O u_u
em primeiro lugar eu ri demais com os coments VOCÊ SÃO FERA MANOOO! segundo eu não posto crazy in love O.o Terceiro desculpa LIZZE mas você vai ser a vilã querida MUAHAHA e outra, leiam tudo porque é uma coisa hiper constrangedora minha e tipo, parece uma fic O.o enfim... leiam E ME AJUDEM PF!

A história "it's real?" Do meu blog  pra quem não leu era uma menina que tem seu melhor amigo desde os 7 anos, e aí eles começam a sentir algo um pelo outro, mas nisso entra ciumes dúvidas e coisas do tipo. E coincidentemente essa fic, eu fiz baseada em um amigo meu que por um acaso eu conheço desde os 7 anos, e alguns fatos eram reais. Mas aí eu falava: ah, eu não quero que nada disso aconteça e minhas leitoras diziam -seráá... e bom... talvez, só talvez tenha a possibilidade de eu talvez sentir algo por ele, só talvez '-' e tipo, nós não somos o tipo de melo e sexta ele disse que me amava foi tipo:
jb: ah, eu te amo
fe: tambem -permaneci quieta depois ri
fe: noss, como a gente é falso, como é mentira
jb: não era mentira -ele permaneceu sério

sim, eu fiquei chocada! primeiro eu te amo em 7 anos de amizade, é eu nem sabia o que fazer, aí depois ele brigou muuuuuuuuuuuuuito comigo porque eu disse pro menino gatinho da sala " ow! quero seu corpo nú" brincando e disse que ia pedir pra ficar com ele, daí ele foi mexer no meu celular e tava escrito "gu bieber" aí ele deu alok de vez, foi meio que:
 "-eu te conheço desde os 7 anos e você nunca me chamou por apelido, e ele você mal fala e já ta com apelidinho? sem falar que quando chamavam ele de bieber você dava a lok porque dizia que o justin é bonito e agora você nem liga" 
Aí meu outro amigo começou a brincar com meu chaveiro de formiga e estourou a cordinha da perna e meu "JUSTIN" da fic foi e disse que só tinha uma cordinha e cortou ela. Aí pronto! eu briguei com ele pra valer e nisso entrou ficante dele, entrou bieber, entrou formiga...ixi! foi pra valer! aí eu contei pras minhas amigas e elas falaram que eu sou besta por brigar com o menino que eu amo '-' e o motivo de eu estar contando tudo isso é que eu preciso da opnião de  todas meninas que leem o blog! Eu já disse que tem a possibilidade da gente se curtir, mas ae, o que que eu faço pai amado? eu falo pra ele? dou indiretas tipo o que? 
PELA O AMOR DE TUDO, ME AJUDEM COM ESSA! 

22 de set de 2011

who care? parte 8

who care? -parte 8

 xx: deve ser porque ela é lesada demais até pra isso!
ali: bom, ngm pediu pra você latir, lizze
lizze: háhá, não tente ocultar o fato de você ser uma franga
ali: cala a boca, eu só não gosto de bebidas!
lizze: não é uma santa, e sim uma lerda
ali: cala a boca lizze
lizze: nunca beberia né? cócó -eu peguei o copo e virei tudo de uma vez, fechando os olhos. O pessoal gritou um "uhul" e lizze revirou os olhos saindo de lá
math: é bom?
ali: Você tem problemas? chamou a lizze?
math amor, ela é minha amiga!
ali: ah claro! -sorri sinica e ia sair da cozinha quando ele puxou meu braço colando nossas testas
math: amor, não fica assim...-disse me selando- que tal  tomar algo? -me selou de novo logo em seguida me deu um outro copo de wisky
ali: math, acho que já tomei a cota de hoje
math: sinceramente, as vezes eu acho que lizze tem razão
ali: WHAT?
math: santinha demais -eu já disse que  ODEIO que me contrariem? pois é eu NÃO SUPORTO, isso já deu em coisa errada mas eu não suporto mesmo isso. Peguei uma garrafa de wisky que estava pela metade e tomei no gargalo mesmo, o gosto não era dos melhores mas até que era bonzinho, Math soltou uma risadinha fraca seguido por "essa é minha garota". Assim que acabei a garrafa estava me sentindo um pouco tonta mas mais leve , vai entender. Math me puxou dando beijinhos em meu pescoço e sussurrou "vamos subir" me puxando pela mão e guiando até um quarto com cama de casal, que provavelmente era o dele. Ele fechou a porta e o som que antes era alto e ensurdecedor agora estava abafado , me dei ao direito de sentar na cama, como disse estava com um pouco tonta, math veio por cima de mim me deitando e me beijando, e quando perdemos o ar ele olhou fundo em meus olhos, ambos mordemos o lábio
math: bom... acho que esta na hora -sorri de pensar que agora poderia chama-lo de namorado. Mas uma vez ele veio por cima de mim me beijando desesperadamente, deu um beijo em meu colo e procurou o fecho do meu vestido
ali: math... math...MATH!
math: oi
ali: desculpa, eu não quero isso
math: relaxa alice! -ele me deitou novamente apertando minha coxa, o empurrei olhando desaprovadamente
ali: eu disse não
math: put@ que pariu! -se levantou incrédulo
ali: math, para!
math: eu fui melosinho o tempo todo, dei essa festa ridícula, comprei garrafas de wisky o quanto fosse necessário pra te deixar bebada e transar com você mas você estraga tudo!
ali: math...para -me levantei com meus olhos marejados
math: eu passei menos tempo "brincando" com a lizze, fiz aquela aposta ridicula com ela e metade da escola que só te chamaria de amor e você viria pra cama comigo, então advinha alice, eu nunca perco -ele veio me dar um beijo e eu o empurrei mas por estar zonza e com aquele salto cai por cima dele
math: pode ser assim -apertou com muita força minha coxa
ali: nunca mais toque em mim! -dei um tapa forte e me levantei rápido saindo do quarto cambaleando passei pela cozinha peguei outra garrafa de Whisky e saí caminhando. A esse ponto já estava escuro aliás, era mais ou menos 23h, não sabia onde estava  e estava incapaz de voltar para casa então só caminhei até uma praça, meu rosto devia estar horrivel, minha maquiagem forte e perfeita agora deveria estar assustadora por conta do meu choro que não cessava. A esta hora a garrafa já estava quase vazia e eu soluçava olhando minhas pernas amostras que estavam com marcas de dedos em roxo e vermelho por conta do aperto de math, como pude ser tão idiota assim?

~justin narrando~
Como minha pequenininha esta crescendo. Jazzy arrebentou no balé  só tive que entrar em ação quando outro garotinho percebeu ¬¬ Voltamos no carro da minha mãe e quando estávamos quase chegando passei pela praça de sempre, e como de costume dei uma olhada mas dessa vez, vi algo que não esperava, Alice. Quer dizer, parecia ela, pelo vestido rosa, cabelo lindo e seu corpo perfe... AH! parecia ser ela, mas já esta tarde e ela esta sozinha ali?
jb: ér... mãe... pode ir
pattie: como é filho? olha o horário! a jazy e jax já até dormiram
jb: eu sei, pode ir indo, vou ir na casa de um amigo pegar um caderno que esqueci e já vou, é aqui nessa rua
pattie: tudo bem justin, mas vai rápido -saí do carro indo até mais perto da praça e minha mãe acelerou o carro, JUSTIN O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO?
jb: alice? -ela me olhou, estava soluçando de tanto chorar e com a maquiagem totalmente borrada, me aproximei rápidamente
jb: Alice, o que aconteceu? -ela virou o rosto passando as costas de uma de suas mãos e ao olhar para outra vi que ela estava segurando uma garrafa de Whisky
jb: Alice, você bebeu? -perguntei surpreso e ela não respondeu só deixou cair a garrafa tentando impedir suas lágrimas que caiam em seu vestido que deixava sua perna a mostra e que ... tinham algumas manchas?, pareciam marcas de dedos. Passei de leve a mão sobre as marcas e me levantei olhando para e ela e logo sentando ao seu lado
jb: alice, por favor. Me fala o que aconteceu!
ali: me fala justin, me fala o por que de eu ter que nascer assim! ser tão idiota, fútil e ridícula -fiquei sem palavras
jb: alice eu...
ali: não sabe o que dizer não é? quando as pessoas pensam em mim, de qualquer jeito pensam na vadia burra, e esquece tudo que eu tentei mudar sobre a suas primeiras impressões sobre mim. Eu sou a mesma ridícula, irritante e mimada garota típica filhinha de papai -riu fraco - que é meio besta esse título já que eu mal tenho um pai! -ela voltou a chorar colocando as mãos sobre o rosto
jb: me fala o que houve
ali: eu fui naquela festa, aliás de que eu seria a garota mais popular se não fosse em festa não é? -abaixou a cabeça -me desafiaram a beber, eu bebi. E depois disso math quis transar mas eu não quis então ele falou que tudo que ele fez foi só pela transa que era uma aposta com lizze e os amigos
jb: essas marcas foram ele quem fez? -Alice virou o rosto. Pelo jeito, isso é um sim. Não sabia o que fazer no momento. Eu já fui o garoto sensível e compreensivo, Já fui, não sou a muito tempo. Não estava acreditando que aquela mesma doce alice havia bebido, mas não vou fazer como os outros, não hoje.
jb: você ta bem?
ali: que pergunta idiota é essa justin? -ela disse e eu não me contive, eu ri. Ri pra disfarçar meu nervosismo
ali: o bob esponja é maior gato
jb: okay,conversar com uma bêbada é dificil
ali: eu não to bêbada okay? -ela começou a rir
jb: okay -ri junto.
ali: justin, dorme comigo? -levantei uma sobrancelha enquanto a mesma criatura deitava sobre minhas pernas
jb: como é?
ali: eu... quero que você durma comigo... -ela disse fechando os olhos
jb: alice, onde você mora?
ali: na minha casa  -bocejou
jb: ta, mas onde fica?
ali: fenda do biquíni
jb: oh! ótimo! -peguei dela o celular naquela bolsinha. Que era um tanto ridicula, quer dizer, a bolsa era minuscula! parecia uma carteira ou sei-lá, se vai levar pouca coisa pra que A MERDA DA BOLSA? ok, foco justin, foco. Peguei o celular da alice e comecei a fuçar pra ver se achava algo e como eu sou fera até demais, achei em uma das mensagens dela o endereço de onde ela morava, que por sorte não era tão longe, na verdade duas ruas pra frente da minha casa.
jb: alice, vem, levanta
ali: eu não quero!
jb: precisamos ir
ali: deixa eu ir voando? -ri
jb: ér... claro
ali: eu sou bonita? -ela parou. Não sabia o que falar,sim ou claro?
jb: hã...
ali: porque tipo, você é muito sexy sabia? -mereço
jb: alice, você ta bebada
ali: é, mas eu li em uma revista que quando a pessoa esta bebada, ela não faz loucuras, ela só fala e faz o que queria fazer e falar
jb: então você acha o bob esponja um gato?
ali: ELE É UMA ESPONJA SEU RIDICULO! -a criatura começou a chorar e eu tentando parar de rir tentava acalma-la. Acabou que ela estava chorando em meu ombro manchando minha camisa ex-branca de batom e me arranhando um pouco
ali: justin acho que eu... -já era! ela tinha vomitado perto do banco. Acho que a maioria ficaria com nojo, mas eu fiquei preocupado. Quer dizer, eu sei bem o que ela quis fazer. Afogar as magoas na bebida, quantas vezes eu não fiz isso? mas não adianta! isso só te deixa um retardado incapaz, e coisa que eu não quero é ficar dependente de alguém. Me abaixei do seu lado e esperei até que ela se sentisse um pouco melhor para andarmos. Coloquei seu braço em meu ombro e segurei em sua cintura. Posso admitir que toca-la era extremamente bom... passava uma energia ou sei-la. Levei-a até a casa dela que na boa, era uma baita mansão do caramba! Toquei o interfone e uma mulher atendeu
----
marta: quem é ?-uma voz sonolenta
jb: ér... aqui é o justin, eu estou com a alice
marta: oh, só um minuto! -passado uns 5 minutos vem uma senhora com roupao e rolinhos na cabeça, sim eu ri por dentro
marta: oh meu Deus! o que fez com Alice?
jb: ei ei! eu não fiz nada!
marta: seu imundo!
jb: isso que eu ganho por ajudar os outros
ali: marta... -resmungou e a senhora correu para pega-la
marta: oi meu anjo
jb: hum, de anjo tem nada -disse em um sussurro
ali: o justin me ajudou
marta: o que? conte rapaz
jb: ela tava na praça e eu trouxe ela aqui
marta: ela esta bebada?
jb: nãããããão...
marta: mas é um...
jb: um o que?
ali: podem sair do meu quarto por favor? -disse alice deitando no chão e dormindo, é. Peguei-a no colo e fui entrando enlouquecendo a Senhora, legal
marta: ei, quem pensa que é pra ir entrando
jb: onde é o quarto dela? -subi as escadas e vi a plaquinha com o nome dela e a porta cor-de-rosa. Coloquei-a na cama e ao rodar meus olhos pelo quarto vi algumas fotos dela criança, e olha... ela sempre foi linda. Conseguiu arrancar um sorriso meu uma foto em que ela estava vesga com uns 13 anos. Ela dormia pesado, a cobri com o edredom rosa e a observei. Como eu disse, ela era linda.
ali: justin... -sussurrou
jb: oi
ali: muito obrigada -virou para o outro lado e voltou a dormir
xx: HUM HUM -revirei os olhos
jb: já to indo, marta
marta: que bom -desci as escadas pisando forte
jb: cafofo maneiro, to indo nessa,flw
marta: hey, garoto?
jb: oi tia
mart: toma -esticou o braço me dando um bolo de dinheiro

jb: que isso?
marta: por trazer alice, vamos, pegue
jb: eu não vou pegar, tchau
marta; não se faça! sei que precisa
jb: não eu não preciso, e vê se prepara uns remedinhos pra ressaca da Alice amanhã, flw tia -sai batendo a porta. Virei mendigo agora?
---

21 de set de 2011

Only You ♥ part. 10

O presente era uma moto! Sim, e como eu adorava aquela moto.

- Ai meu Deus! - corri até ela.
- Whoa, então... Oi Jennifer. - ele riu. - linda moto.
- É, eu sei. - eu disse montando nela e pondo o capacete. - Você vem, Justin?
- Ela dirige bem, cara? - perguntou a Pablo. Ele riu.
- Fica tranquilo, ela é praticamente profissional, adorava correr com o Lucas e eles já participaram de várias corridas.
- É sério?
- Parece mentira,não é? - disse Fernanda - Mas ele está falando sério. Ela sempre corria com Lucas.
- Okay. - ele disse e em seguida, montou na moto. Dei a partida, e íamos rápido, ele agarrava na minha cintura. - Wow, Ally. Mais devagar, eu não quero morrer hoje. - eu ri e aumentei a velocidade, deixando ele apavorado. - Ai meu Deus! É sério. - diminui um pouco. - Melhorou - ele disse e começou a gritar. Assim como eu.
- Wohoo! - depois de alguns minutos voltamos para casa.
- Garota, pensei que você ia me matar! - Justin disse  e eu ri.

Entramos e nos deparamos com eles assistindo TV na sala, deitados no sofá. 

- Ei pequena, correu muito? Aposto que deixou o Justin apavorado. - disse Pablo rindo um pouco.
- Concerteza, eu pensei que ela ia me matar!! 
- Então, quanto tempo vocês vão ficar? - perguntei.
- Alguns dias... - disse Pablo.
- Ou meses... - continuou Fernanda. 
- Meses? - sorri.
- Nós estamos pensando em fazer faculdade aqui. - disse Fernanda.
- Aah! Não acredito! 
- Então esse ano todos nós iremos entrar em alguma faculdade. O que vocês vão fazer?
- Engenharia. - disse Pablo.
- Medicina. - disse Fernanda.
- E você, Ally? - Justin perguntou. Fiquei meio sem jeito de falar. Então resolvi mudar de assunto.
- Quem quer Pizza? - perguntei. 
- Ally, quase esqueci! - disse Pablo - tenho mais uma coisa para você. Eu estava olhando as coisas do Luc e, achei que você gostaria de ficar, poderia pôr na sua coleção.
- Onde está?
- Vem comigo.

Fomos até o quarto, e lá havia um DVD em cima de minha cama. Pablo e Fernanda saíram sem eu perceber, deixando apenas eu e Justin lá.
Olhei o DVD, peguei-o e coloquei no meu computador. Me sentei na cama e Justin fez o mesmo. Era um vídeo, mais um. Eu e Lucas. E tinha duas partes, uma era no meu aniversário de quatorze anos, ele e Pablo me acordaram carinhosamente. Pulando em cima de mim os dois. Sim, eu sou sarcástica. Doeu. Mas depois comecei a rir muito com eles. A segunda parte do vídeo, estava apenas eu e o Lucas. No final, passava um gif nosso. Comecei a lembrar e estava prestes a chorar novamente, até que Justin percebeu, fechou o Notebook e segurou em minha mão. Me levantei, e fui para a varanda do meu quarto.

- Ally...
- Eu quero ficar sozinha.
- Você tem que superar isso, já tem quase dois anos! Esquece disso ao menos uma vez.
- Eu não posso.
- Então... ao menos tenta? Pensa em outra coisa, não sei... por favor? Eu não gosto de te ver triste. - ele disse e eu o abracei.
- Obrigada por sempre estar ao meu lado.
- Você merece isso. E... eu amo você, ouviu? Loirinha chata. - eu ri.
- Idiota. - eu disse e ele acariciou meu rosto. Fomos nos aproximando...e fechamos os olhos. - Justin... - eu disse com os olhos ainda fechados.
- Shhh! Não fala nada,só vamos curtir o momento. - em seguida, ele me beijou vagarosamente, sua língua pediu espaço e eu cedi, ficamos assim por alguns minutos. Até que paramos com selinhos.
- Por quê? Por quê continua fazendo isso? - perguntei.
- Será que é tão difícil de entender que eu te amo e estou apaixonado por você? 
- O quê? Como? Não! Isso não pode...
- Pode e está acontecendo - ele me interrompeu. - Eu só quero uma chance, Allyssa. - suspirei.
- Eu não te contei o porque do meu bom humor hoje...
- Pode contar agora, se quiser.
- Eu sonhei ontem com Lucas. - eu disse e contei todo o ocorrido, todo o sonho que eu tive na noite passada.
- Você sabe que pode sempre contar comigo, não é? - ele disse.
- Sim, e eu agradeço. De novo.
- Então... de nada. Eu... vou para meu quarto agora. - ele disse, eu estava de costas para ele. Fiquei impaciente, me virei.
- Espera! - gritei e corri até ele, pulei em seus braços o beijando. E ele retribuiu, os beijos ficaram quentes e ele foi me conduzindo até a cama.

Continua... 

Recadinho: HAAAAA! Acharam que era um cachorro né?? [a Ally é dos cross manolas, RADICAL Véi!!11!] Enfim... vocês vão querer me matar.... [porra, L2iz cala a boca, bitch!] [tá, tá, melhor deixar elas verem o que vai acontecer na próxima parte. MUAHAHAHAHHA (risos maléficos)...pois é....] Então, pipoquinhas? Gostaram? Odiaram??? [ a parte foi maior né?] [na1 magina, você só escreveu duas linhas. tou até com preguiça de ler][enfim, nao postei antes, porque...][ porque ela tava com preguiça<<<][MENTIIIRA!][tá, isso é 50% verdade, massss ontem eu passei o dia na escola porque tinha uma reunião e tausss, daí não deu.] Enfim², foda-s.. [risus ((:] COMENTEM , e morram de curiosidade, sua curiosas mais fofas do mundo *--*  


PS. (+1) Como a Giih disse outras vezes, tem muita gente que lê o blog e não segue, portanto, sigam, ok? beijitos :* 


PS. (+2) Curtam nossa página no Facebook ~~> http://migre.me/5zJNY <~~ (:

PS. (+3) Eu criei o tumblr! Entrem e perguntem sobre o que quiserem okay, coisa fofas? O tumblr é esse aqui ~~> ib297.tumblr.com <~~ No canto da página tem escrito "Perguntas?" cliquem lá e façam! Espero que gostem (: [Se quiserem mandar também outras coisas, tipo desabafar...também podem (:] <~~ ENVIEM ASKS! HAHA


beijinhos :* 

amo voces  

~~ 22 comentários? *-~~ 

by: @itsmykidrauhl - L2IZ
 



 


who care? parte 7

~alice narrando~Garoto ridículo! gente ridícula! aaaaaaah! cansei de tudo isso! é sempre a mesma coisa eu vivo como bitch já que ao invés de procurar me conhecer, as pessoas põem rótulos e eu, ainda sim sou ridícula, aliás quando eu mal conhecia o justin tambem o rotulei
AAAAAAAAAAARGH! inferno mesmo! peguei meu carro e fui dirigindo até em casa, chegando lá eu fui estudar um pouco, é. Eu decidi começar a estudar, cara, eu não quero que me vejam como a bitch burra, eu sei que sou capaz de mais é só me dedica, hehe filosofei u_u estudei por mais ou menos duas horas até o telefone tocar
----ligação---
ali: what's up?
xx: hey ali -revirei os olhos
ali: que foi anne?
anne: awn amiga! não ficou brava conosco hoje né?
ali: não,não -MAGIIIIIIIINA ¬¬
anne: que que ta fazendo? -"não é da tua conta bitch"
ali: estudando -ela começou a rir
ali: problemas?
anne: ah fala sério alice, você não é do tipo "esperta"
ali: e pelo jeito você não é do tipo que cuida da sua vida né?
anne: nossa, você deve estar andando de mais com aquele garoto
ali: ai anne, fala logo o que você quer!
anne: shopping amanhã?
ali: não era sexta?
anne: pois é, a festa agora é sexta
ali: ah, okay então
anne: tchau amore
ali: bye -desliguei. Sabe aquela sensação de que algo vai dar errado, ou que você não pode ser você mesma? então. É assim que eu me sinto com elas e eles (anne, jack, ryan,chaz etc...) mas com justin é tão...diferente!ele me faz sentir tão bem. Por traz daquele ser todo de preto, ignorante, chato e grosso, eu sei que existe um bom coração, porque um ser totalmente homem das cavernas não teria tanto jeito com crianças ou arrastaria sorrisos das meninas da recepção, da sorveteria e do McDonald, mas tambem quem não se derreteria naquele sorriso que pouco aparece mas é totalmente contagioso e naqueles olhos perfeitos e cor de mel e... WTF? eu falando assim? aaaaaaaaaah inferno! eu, uma garota totalmente comprometida... quer dizer, ainda não sou, mas estou crente de que na sexta a noite vou ser oficialmente a namorada do Math hihi. O melhor vai ser a cara da lizze, loseeeeeeeeer. Tomei outro banho, jantei, fiz minhas higienes e fui dormir

~justin narrando~ 
 jb: MÃÃÃÃE, CHEGUEI! -gritei trazendo meus irmãos
pattie: ah, e como foi lá fi..o que aconteceu com o rosto deles?
jb: pintura -sorri
pattie: tudo bem então... e como foi lá? hein pequenos? -me sentei na mesa da cozinha pegando um suco
jazy: eu fiz uma nova amiga
pattie: aé? quem?
jazy: a namorada do justin, Ali -me engasguei na hora
pattie: SABIIIIIIA! mas por que não me falou? -minha mãe disse mais feliz do que nunca
jb: deve ser porque ela não é minha namorada viu, jazy
jazy: ela é muito legal, parece a jo -minha mãe sorriu
pattie: que bom que se divertiram. Ah! sexta, jazy vai ter uma apresentação da escola de Ballet, e nós vamos okay?
jb: firmeza mamis
pattie: fui na locadora aluguei uns filmes pra maratona de amanha
jb: você alugou? affe -rimos
pattie: ta falando de que? hein, hein? encara? -ri mais
Depois da sessão vale tudo da minha mãe, subi, fiz o dever de casa jantei, tomei um banho e deitei. Fui tentar dormir mas não dava, a culpa estava me consumindo. Por mais que eu queira deixar claro, a alice não entende que eu não a quero por perto. Bom, talvez eu não queira mesmo.... WTF? eu não quero e ponto. Mas nem por isso eu tenho que chama-la de vadia sem mal conhece-la. Shit, eu Justin Drew Bieber com arrependimentos? okay, amanhã ela nem vai lembrar do que aconteceu e zéfinim \õ. Peguei no sono um tempo depois. Acordei na mesma rotina de sempre, peguei o carro e fui pra escola ao som de "more" do usher. Ta, eu gosto dele. Estacionei o carro, e fui em direção ao meu armário. Peguei as coisas e vi Alice com um livro na mão
jb: "fashion world" ? -li o titulo do livro tirando a atenção
ali: hã...é -ótimo, eu magoei a garota!
jb: ta magoada?
ali: eu não disse nada -arqueou uma sobrancelha
jb: por isso -disse obvio e ela fechou o livro
ali: to bem -começou a andar indo pra sala
jb: é você ta muito mal
ali: eu disse que to bem
jb: mas você esta bem? -disse me sentando
ali: olha, você me chama de bitch e vem ficar perto de mim? eu não te entendo -disse ela se virando pra mim
jb: quando eu te chamei de bitch não era intensão te magoar, vlw?
ali: ah, era um elogio né?
jb: ta okay, desculpa -disse rapido em um sussurro
ali: o que? -perguntou segurando o sorriso
jb: DES-CUL-PA -disse alto
ali: tudo bem -ela sorriu, o que me fez sorrir tambem. Logo o professor entrou na classe nos despertando um pouco
profº como vão os trabalhos? espero que bem já que vai valer metade da nota de vocês esse bimestre -todos arregalaram os olhos. A aula seguiu normal, no Intervalo fiquei sozinho observando os grupos: Nerds falavam da matéria, Líders de torcida falavam da "maravilhosa noite passada", garotos do time falavam "do corpo da garota da noite passada",  Dançarinos falavam nas novas tendencias para o mundo da dança e ali entre os populares, Alice, Duas garotas das líderes de torcida, e outros dois do Time de basquete. Ao contrário deles que provavelmente cuidavam da vida dos outros, Alice estava dispersa ao assunto, olhava todos os cantos, mordia os lábios, brincava com os dedos... Não parecia interessada. Até vir math, a puxar e dar-lhe um beijo, na verdade não parecia um beijo, parecia mesmo que ele iria a engolir, senti nojo daquela cena. Me levantei e Fui mais cedo para sala comendo chocolate


~Alice narrando~
 Hihi, Math safadjenho! Graças a Deus ele me tirou daquele lugar, não estava nem um pouco afim do papo, tambem, falar sobre os outros...detalhe: falar MAL dos outros. Cara, cada um tem sua vida, e daí que os que estudam mais coincidentemente usam roupas velhas... saco! eu nem posso dizer nada. Mas outra coisa, Math cisma em fazer isso em publico, aí eu reclamo de ser chamada de bitch ¬¬ whatever. Depois de uma "conversa" rápida com math bateu o sinal e fui para minha aula. A classe logo encheu e quando olho para o lado, justin comendo tranquilamente uma barra de chocolate.
ali: ei, não pode comer na sala -ele me olhou indiferente
jb: nossa, me prenda por isso - continuou comendo
ali: pelo menos me dá um pedaço
jb: não
ali: por favor -cara de gatinho do sherek em 3,2,1 e...
jb: não, e para com essa cara -continuei
ali: por favor -ele revirou os olhos me dando um pedação
jb: feliz?
ali: ô! -sorri sem mostrar os dentes
jb: hm, sobre o trabalho. Mais uma parte hoje?
ali: hoje não da
jb: hm... -sera que...não alice, para! ele nunca...mas talvez...não... quem sabe... não... seria ótimo...
ali: JUSTIN! vamos a uma festa comigo sexta? -falei tudo rápido
jb: não
ali: não?
jb: não, tenho um compromisso, apresentação da jazzy
ali: hm -virei minha atenção a lousa. ARRRRGH! como eu pude chamar ele? deveria saber que ele não iria querer, mas inventar uma apresentação pra coitada da irmã dele? aí já é demais. Passamos as outras aulas quietos. Na saída fui com anne e jack ao shopping, eu já não me divertia como antes, elas eram tão...fúteis. Mas okay né. Compramos muitas coisas,a-do-ro.
**
HOJE É QUE DIA? IT'S FRIDAY! FUN FUN FUN! enfim... fui pra escola e falei muito pouco com justin, estava animada e não parava de fuxicar com as meninas sobre a festa e ficar com math u_u
anne: preparada?
ali: pra...
jack: o pedido de namoro
ali: opa, claro
anne: e pra...?
ali: pra...?
anne: ah! você sabe!
ali: o que?
jack: affe, pra sua primeira vez né!
ali: aaaaaah, não sei...quem sabe -sorri e corei. Passamos todas aulas falando sobre a noite e quando fui pra casa, almocei, dormi um pouquinho, comi e fui me arrumar para FESTA BABY! Vesti  http://www.polyvore.com/cgi/set?id=37050583&.locale=pt-br E desta vez eu não iria com meu carro, Jack passou aqui com sua lexis vermelha. Sentei atras cumprimentando Anne e Rick. Quando estacionou o carro, nem havíamos entrado na casa e podíamos ouvir o som auto da musica "im a flirt" do R kelly, o chão tremia e a mansão provavelmente estaria infestada de adolescentes dançando, e ao entrar pude comprovar isso. Math estava junto ao seu grupo de basquete mas assim que me viu veio até mim, segurando em minha cintura e me dando um beijo enquanto eu envolvia meus braços em seu pescoço
math: Demorou amor -sério, ainda não me acostumei com isso
ali: haha... sorry
math: okay, pelo visto valeu a pena -disse mordendo o lábio
ali: que bom então -rimos dando um selinho ('-')
math: vem tomar algo -Ele e os meninos, até mesmo jack e anne pegaram wisky eu preferi o suco mesmo
math: qualé, vai ficar só no suquinho
ali: sabe que eu não bebo, e jack deveria fazer o mesmo já que IRIA dirigir
jack: AI lá vem a santa! relaaaaaaxa alice, não vai acontecer nada!
math: só experimenta! -ele disse me dando um copo
ali: NÃO! já disse que não bebo
xx: deve ser porque ela é leza demais até pra isso!...


Requebrei com os coments meeeeu! e três coisas
*pras meninas que pediram, eu to seguindo com meu blog
*pra que perguntou: BITCH é vadia em inglês
* com 35 comentários eu posto :)
hihi kisses suas gatas!  e eu rashei da menina que falou "até a jazy tem namorado e eu n" na real todas vocês são piradinhas, adoro isso :*

19 de set de 2011

who care? parte 6

Who Care -parte 6
 O resto das aulas foram normais, e chegando em casa eu comi com marta e Eric e depois fui ao meu quarto escolher algo pra vestir. Tomei um banho e vesti http://www.polyvore.com/cute/set?id=35567616 peguei meu carrinho lindo e saí.


justin narrandoPeguei jazy e jaxon e coloquei na cadeirinha no banco traseiro
pattie: você vai vir pra casa depois?
jb: quanto tempo é o negocio?
pattie: uma hora
jb: vou ficar lá, até eles saírem
pattie: fazendo?
jb: tenho um trabalho, aí vou ficar lá com uma amiga...
pattie: AMIGA? omg! justin! qual o nome dela? onde ela mora? é linda né? aaaah que fofo! seria tão bom depois...
jb: MÃE! ela não é meu tipo, Alice -disse fechando a porta de traz
pattie: ahaaaaaam... bom, se divirta
jb: precisar de paciencia! tchau mãe, te amo
pattie: tambem filho, manda um beijo pra ali
jb: é alice -disse entrando no carro
pattie: aaawn que linda
jb: mãe você nem conhece ela
pattie: e daí? é linda e ponto
jb: tchau -disse rindo. Por um lado minha mãe estava certo e por isso agora eu estava atrasado ,ótimo. Cheguei, estacionei o carro e peguei jaxon no colo e dei a mão para jazy, fomos caminhando até ver alice babando em uma vitrine
ali: ah, oi -sorriu
jb: vamos ali levar eles
ali: okay. oooooooi pequenos -ela se abaixou pra falar com jazy
jazy: oi não-jo  -alice riu
ali: ooi princesinha, qual seu nome?
jazy: jazy
ali: QUE NOME LINDOOOOOOOO! -jazy riu
ali: meu nome é alice, mas se você me der um beijinho deixo me chamar de ali  -jazy deu um beijinho na bochecha
ali: aí sim hein! -ela se levantou olhando pra jaxon
ali: e esse aí? qual seu nome?
jax: jaxo
jb: jaxon -ela apertou a bochecha dele, o fazendo rir. Por incrivel que pareça eu sorria com aquilo tudo, ela é ótima com crianças
ali: vamos lá? -ela disse dando a mão pra jazy. Deixamos eles no lugar e fomos até um lugar perto de uma fonte onde tinham alguns bancos
ali: Você demorou -disse pegando uma agendinha e lápis da bolsa
jb: a culpa é da minha mãe que ficou toda alegre quando disse que viria aqui com você e ficou mandando beijos pra ali -disse sem perceber
ali: QUEEE? -ela disse rindo e eu corei
jb: nada -disfarcei
ali: aaaaah agora eu quero saber
jb: saber do trabalho você não quer né -ela riu
ali: ta vamos logo!
jb: lugar preferido
ali: shopping
jb: casa
ali: comida preferida
jb: macarrão
ali: hamburguer
jb: achei que patricinhas não comessem coisas gordurosas
ali: eu não sou patricinha
jb: não, imagina... -ela me tacou a caneta
ali: tá...estado civil
jb: casado, três filhos, morando na Russia, sou um fugitivo por isso estou aqui na california -fiz cara de merda pra ela
ali: affe seu ridiculo! namorando...solteiro...
jb: casado, três filhos, morando na Russia...
ali: PAAAARA! -ela riu e eu segurei o riso
ali: familia... fala aí da sua
jb: bom... tenho dois irmãos mais novos, jazy e jaxon. Meus pais são separados, vivo com minha mãe e meu pai mora na Alemanha mas tenho contato com ele... gosto muito deles e acho que não trocaria por nada -percebi que ela ficou mais calada e começou a escrever
jb: e a sua? -ela hesitou um pouco
ali: beem... meus pais se chamam adriana e jonson mas eles viajam muito por causa da sua empresa então ficamos em casa eu, marta que meio que é nossa empregada e eric meu irmão mais velho
jb: ah... e math?
ali: que que tem?
jb: é o que seu?
ali: ami...namo...é...sei-lá! -riu timida
jb: babaca
ali: que?
jb: ele só ta te enrolando
ali: por que acha isso?
jb: cara, ele te chama de amor depois chama outras 900 de amorali: ta, nao te perguntei -bufei
jb: whatever... nome completo
ali: ALICE MYER -disse levando o nariz e riu
ali: e você biebs?
jb: justin drew bieber, para com apelidos, eu odeio
ali: nooops
jb: mereço!
ali: atividade extra, lazer, sei-la
jb: skate, cozinhar, musica...
ali: você sabe cozinhar?
jb: é
ali: hmmm, que chique! o que mais gosta de fazer?
jb: pavê de sonho de valsa
ali: aaaaaaaaaaadoro! me ensina?
jb: talvez
ali: você é mal
jb: hahaha no
ali: ta... porque se veste assim?
jb: porque não é da sua conta
ali: NOOOSSA! só deixa eu fazer alguns aparos
jb: não eu gosto da minha roupa
ali: é horrivel
jb: mas é minha -ela revirou os olhos. Fizemos algumas outras perguntas e só aí pude perceber que ela briza muito! até ri algumas vezes dei algumas patadas nela
ali: hm... quem é jô? -ela perguntou e eu estremessi, fiquei nervoso não sabia se respondia ou se mandava ela ir a um certo lugar e saia dali, mas ela nao merecia isso
jb: ta na hora de pegar meus irmãos -ela respirou fundo, guardou a agenda e levantou
ali: c'mon -fomos até lá
moça: quem?
ali: jazy e jaxon bieber
moça: só um minuto -e assim voltaram meus irmãos com o rosto brilhando
jb: o que aconteceu com vocês?
jazy: pintura
jb: voces estão... - ridiculos, é!
ali: LINDOOOOOOOS! né justin?
jb: ér...claro! -haja mentira no meu tom de voz
jazy: boboo to com fome
jb: vamos no mc?
jax: aeeeeeeeeeeeee! vem ali (lê-se elly ok?)
ali: ah, melhor não, não quero irritar seu irmão -ela olhou pra mim
jazy: boboo, se a ali não for ,eu não vou -as duas olharam pra mim e cruzaram o braço
jb: oh, Lord! -revirei os olhos -vem! - as duas bateram a mão e fomos
ali: quer que eu segure jaxon pra você fazer o pedido?
jb: aham -dei jax pra ela. Estávamos na fila, aguardando, alice com jax no colo e de mão dadas pra jazy e eu brincando com eles até uma senhora um tanto quanto besta comentar
" -awn, olha que fofura... esse casal com seus filhos, realmente uma graça! mas eles parecem novos... e essa menininha deve ter uns 4 anos... OMG! os jovens de hoje são abusados, já veem e vão fazendo..." -eu que sou de um pavio ENORME me virei
jb: é da tua conta? eu não perguntei quantos milésios a senhora tem, então cuida-te da tua vida e deixa eu em paz! -o senhor que provavelmente era marido dela começou a rir junto a alice que colocava jax na frente pra disfarçar,  a senhora disse que "jovens de hoje são mais abusados do que ela pensava" e se mandou
ali: nossa justin, o que foi aquilo?
jb: véia xereta -alice começou a rir e eu não pude evitar, ri tambem
ali: RÁÁÁÁÁ! sabia que iria rir alguma vez, sua risada é linda
jb: ninguem te perguntou -parei no mesmo instante
ali: justin, eu acho que você me ama -ri
jb: O que?
ali: você pega tanto no meu pé
jb: sorry fía
ali: tudo bem, não precisa admitir agora -revirei os olhos e nossa vez chegou
moça: hey biebs, o que vai querer? -disse lana sorrindo
jb: oi lana, 3 mc lanches feliz e... 2 big mc's
moça: ta com fome hoje hein -riu fraco
jb: hahaha, é que... -apontei pra alice e lana ergueu uma sombrancelha desmanchando o sorriso
moça: ah... ta feito o pedido.. -paguei e nos sentamos
ali: tipo, eu só acho, mas ela não gostou de mim, só acho sabe...
jb: larga de ser idiota -respondi indiferente
ali: você só é grosso comigo! porque com a moça da sorveteria e do mc você é um doce né?
jb: problem?
ali: sim eu tenho: por que a "lana" pode te chamar de biebs e eu não?
jb: por que ela é menos ridicula que você -alice colocou a mão no peito e eu dei uma mordida no hamburguer
ali: sabe,acho que ela gosta de você
jb: cala a boca e come pra parar de falar droga -na verdade, tanto lana quanto amanda já me chamaram pra sair, mas depois de tudo, achei que seria um tipo de traição e alice não precisa saber disso.
ali: então jazy, pegando muitos? -jazy fez uma cara de "o que?" e eu fiz uma maior ainda
jb: ela tem 4 anos!
ali: i daí?
jb: COMO ELA VAI PEGAR MUITOS? TA LOUCA?
ali: ah, com 4 anos eu tinha minhas quedas
jb: é porque é bitch desde que nasceu
ali: JUSTIN!
jb: você quem começou
ali: quer saber, não preciso disso -se enfezou, pegou a bolsa e saiu pagando a parte dela, pelo menos isso
jazy: onde a ali foi?
jb: embora jazy
jazy: por que? eu ia falar pra ela do meu namorado
jb: O QUE?
jazy: meu namorado
jb: me conta sobre ele - onde se aluga uma arma?
jazy: não, só vou contar pra ali
jb: EU SOU SEU IRMÃO!
jazy: ali é minha amiga e é menina
jb: Pai, me dá paciência -sussurrei. Terminamos de comer e voltamos ao carro.

~alice narrando~Garoto ridículo! gente ridícula! aaaaaaah! cansei de tudo isso! é sempre a mesma coisa eu vivo como bitch já que ao invés de procurar me conhecer, as pessoas põem rótulos e eu, ainda sim sou ridícula, aliás quando eu mal conhecia o justin tambem o rotulei

(...)

HEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEY PASSEI PRA AGITAR OS COMENTS DE NOVO! QUANDO TIVER 30 COMENTS EU POSTO OUTRO CAPITULO. EU QUERIA PERGUNTAR PARA AS BELIEBERS: QUEM VAI NO SHOW EXTRA DO JUSTIN EM SAMPA? POR FAVOR ME FALAR PORQUE TEM UMA POSSIBILIDADE DE EU IR \Õ kisses